...

"Todo sonho é uma derrota em potencial. Para não o realizar, basta manter-se parado. - Argus Caruso Saturnino"

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

De volta as trilhas de Mongaguá

Mongaguá
08/10/2011


Estava eu procurando um destino para pedalar no final de semana, quando recebi uma mensagem do Sandro, pedindo dicas e informações sobre as trilhas do Morro Cialta e da Fazenda Rondônia, ambas em Mongaguá, ambas percorridas por mim no em Maio deste ano...

Ele pretendia fazer um pedal no final de semana junto com o Ricardo, um amigo que mora na Praia Grande.

Como não tinha destino certo para o final de semana, respondi ao Sandro que se quisesse poderia acompanhá-los no passeio, então combinamos o fazer o pedal no sábado de manhã.

Então as sete e pouco da manhã o Sandro veio me apanhar no centro de São Vicente, e fomos juntos no seu carro para a Praia Grande para apanhar o Ricardo, e seguimos todos até um posto de gasolina a beira da Rodovia Padre M. da Nóbrega em Mongaguá, onde estacionamos o carro em segurança e iniciamos a pedalada.


Assim como no pedal que fiz em maio, iniciamos o passeio pela trilha do Morro Cialta.



Ricardo, mais um novo amigo de pedal.




Bike do Sandro... Bonita, leve e muito eficiente.





Pedala ai Sandro! Fui bater a foto logo no trecho onde ele parou de pedalar.



Na ida ao riacho empurramos em muitos trecho, pois a trilha tem muitas pedras soltas e também estava bem escorregadia.



Lindo lugar, pena que não estava calor e a água estava estupidamente gelada!

Após uns minutos contemplando o belo riacho e batendo algumas fotos, com direito ao mergulho da câmera fotográfica do Sandro, resolvemos não seguir a diante nessa trilha e voltarmos para rodovia, para pedalarmos  na trilha da Fazenda Rondônia.








Na volta acabamos pedalando por quase toda a trilha, e o trecho final é meio casca grossa, qualquer vacilo é chão, terreno bem irregular, escorregadio e com pedras soltas, o que torna a volta muito mais prazerosa do que a ida.

O detalhe da volta é que devido ao excesso de trepidação, acabei ficando sem o vista light da minha bike, o mesmo ficou pelo meio do caminho, só acabei sentindo falta dele quando estava na outra trilha.

Trilha da Fazenda Rondônia, bem diferente do início da trilha do Morro do Cialta, totalmente pedalável.











Há se todas as trilhas tivessem um lindo piscinão no final!!!



Recolhendo acampamento para retornar.





 

Rodovia Padre Manoel da Nóbrega próximo ao posto do o Sandro deixou o carro.


Mesmo sendo um pedal bem curto e num lugar repetido, o passeio foi muito legal, pois pude rever as belas paisagens já vistas anteriormente, além de compartilhar-las com meus amigos Sandro e Ricardo.


Mapa do Passeio:


Números do Passeio:

Total pedalado:               +- 28km.
Baixas:                             1 Vista Light (minha bike).
Tombos:                           Nenhum.



3 comentários:

  1. beleza de relato, obrigado pela parte da bike, hehe

    ResponderExcluir
  2. Poxa,meu amigo, com essa história de cirurgia e pós cirurgia de coluna não tinha visto este seu passeio. Beleza de relato e show de fotos! Pena ter perdido a Vista Light!

    Grande abraço do Antigão!

    ResponderExcluir
  3. Show de pedal, não importa a quilometragem mas o prazer que ela proporciona!

    Até
    César
    bicicloturista.blogspot.com

    ResponderExcluir