...

"Todo sonho é uma derrota em potencial. Para não o realizar, basta manter-se parado. - Argus Caruso Saturnino"

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Modificando e montando o rack caseiro para transportar bikes.

Adaptando o Rack Caseiro para transportar bikes.

Em Novembro de 2005 precisava de um rack para transportar a minha bicicleta recém montada, numa viagem para Curitiba - PR. 
A falta de dinheiro para comprar um rack novo, e o pouco tempo disponível para procurar um usado por um preço mais em conta, me fizeram usar a cabeça e confeccionar este rack caseiro, que projetei para ser usado na tampa do porta-malas do Fiat Tempra, e usei o mesmo por vários várias vezes no período de quatro anos, sem nunca ter me dado problema algum.

Conforme já relatado no blog anteriormente:
http://cicloturismobaixada.blogspot.com/2010/05/rack-caseiro-para-transportar-bikes.html

Viagem para Curitiba - PR (Novembro 2005)

Pedal para Paranapiacaba (Julho 2006)

Mas em Novembro de 2009 quando troquei de carro, o Tempra por um Peugeot 206, acabei deixando o rack encostado por um bom tempo, pois nesta mesma época perdi o emprego, e foi um período de vacas magras, que acabou com as viagens de férias e de alguns feriados prolongados, que volta e meia realizava com a família, onde acabava levando a minha bicicleta junto.

No ano passado cheguei a desmontar o rack e comprei peças novas de aço inox (barra rosqueada, arruelas e porcas), com a ideia de monta-lo no bagageiro do meu Peugeot, mas como não tinha necessidade de transportar a bicicleta no carro, pois vivia quase que exclusivamente do serviço (venda de congelados), e como não tinha tempo e nem dinheiro para fazer os meus passeios de bike, quanto menos viajar, acabei deixando as peças encostadas aguardando uma nova oportunidade para monta-lo.

No final do ano passado as coisa começaram a melhor para mim, acabei passando em dois concursos públicos (Codesavi e Prefeitura de Cubatão),  assumi o primeiro em Novembro e larguei o mesmo para assumir o segundo em Fevereiro, esses empregos não são a oitava maravilha do mundo, mas aos poucos vou colocando as coisa no seu devido lugar.

E no mês passado recebi o convite do meu amigo Sandro para pedalar na Estrada do Despraiado, onde teríamos que ir de carro até Pedro de Toledo, e em cima da hora resolvi que era a hora de ressuscitar o velho rack caseiro.

Então na véspera do passeio fui a casa do meu pai, onde estavam guardadas as peças do rack e durante a parte da manhã montei o mesmo.


Mas como montei o mesmo na manhã da véspera do passeio e tinha que trabalhar no mesmo dia, não tive tempo de colocar a bicicleta em cima para testar o rack com o carro em movimento.

No dia seguinte montei a bike em cima do rack e me preparava para seguir viagem para Pedro de Toledo, feliz da vida para pedalar na Estrada do Despraiado, mas antes tinha que passar no banco para retirar dinheiro. E no pequeno trecho que percorri até o banco, notei que havia algo de errado, a bicicleta balançava muito de um lado para o outro em cima do carro (ilustração abaixo).

E esse balanço poderia ocasionar a quebra do rack e a queda da bicicleta durante a viagem, e infelizmente tive que adiar o passeio e segui para a casa do meu pai, para tentar resolver o problema.

E com a engenhosidade do meu pai, o problema foi resolvido com a confecção de um braço de apoio a custo zero, utilizando um cano de alumínio, alguns parafusos e porcas que estavam sobrando.


Rack sem o braço de apoio.



Rack com o braço de apoio, que é preso na bicicleta e na outra calha do rack, impedindo o balanço lateral da bicicleta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário